Carreira

5 atitudes que podem prejudicar a carreira em 2018

Quando o assunto é mercado de trabalho, Leiza Oliveira, torna-se especialista. Afinal, desde 2014 a CEO da Minds Idiomas já exerceu a atividade de aconselhamento de carreiras com uma média de 15 mil jovens nas 70 unidades da escola espalhadas pelo Brasil. Em 2018, a executiva copilou os cinco principais comportamentos capazes de prejudicar o lado profissional de uma pessoa independente do segmento em que ela está inserida.

“Por mais que uma companhia dê a abertura necessária para o crescimento individual e coletivo dos colaboradores, há algumas atitudes os impedem de crescer sem que nem eles mesmos consigam perceber”, pontua a CEO. Quer saber quais são os pontos responsáveis por diminuir as chances de crescimento no ambiente corporativo este ano? Então, confira as dicas abaixo!

  • Manter o foco na parte técnica

A tendência de um profissional ao se estabilizar na empresa ou “subir” de cargo é manter os esforços na busca de aprimoramentos técnicos. Mas, é preciso se policiar para não prestar atenção apenas na parte técnica e esquecer de questões como: respeito, utilidade, colaboração em equipe e afins. Neste contexto, o ideal é também desenvolver o autoconhecimento a fim de fortalecer as qualidades comportamentais e mudar as fraquezas.

  • Síndrome do “Não vale à pena”

Por conta de termos salariais, certos profissionais acreditam que não vale à pena entregar um desempenho inovador aos gestores. Contudo, é importante lembrar que o ato de fazer além do esperado pode abrir as portas para um futuro no qual a colocação dentro da empresa melhorará.

  • Mania de perfeição

Não é clichê: A mania de perfeição tem todo o poder de arruinar oportunidades de trabalho. Quando os recrutadores questionam os defeitos do candidato no momento da entrevista, a maioria responde o perfeccionismo, pois acreditam ser uma característica interpretada de forma positiva. Entretanto, em uma era na qual o colaborador precisa realizar diversas tarefas ao mesmo tempo, a perfeição vira sinônimo de atraso. De nada adianta executar demandas com primor e deixar de cumprir prazos.

  • Individualidade

Há profissionais que não compartilham os conhecimentos adquiridos com os colegas de trabalho por temerem perder o prestígio. Porém, a atitude é uma moeda de dois lados porque além de não promover troca de informações, também é tido como inseguro. Estes aspectos são os que demitem funcionários com mais frequência.

  • Deixar de prestigiar

Existem pessoas que não deixam de exaltar os erros e problemas vivenciados pelos colegas de trabalho. Mas, na hora do elogio por uma demanda de sucesso, se retraem. É imprescindível ter em mente o fato de que a empresa só cresce se as peças estiverem unidas. Portanto, é fundamental estabelecer a união e o bem estar.

 

 

 

 

Comentários

comentários

5 atitudes que podem prejudicar a carreira em 2018
TOP
Web Analytics