Cultura

5 vantagens de dividir ambiente de trabalho com concorrente

Segundo informações apuradas pelo Coworking Brasil, os ambientes de trabalho compartilhados estão cada vez mais ganhando adeptos. Neste cenário, 50% dos usuários deste meio de economia dividida são publicitários e designers, 38% advogados 24% vendedores. “Dentro de um espaço compartilhado e aberto a colaboração, muitas empresas sentem-se apoiadas devido às possibilidades de troca de experiências e até mesmo de oportunidades de novos clientes por meio de indicações”, afirma Bruna Lofego, CEO da CWK Coworking.

Mas, não são os dados da especialista que trazem uma constatação alarmante e sim a sua observação de que trabalhar em proximidade ao concorrente é uma boa alternativa de mercado. “Há quem prefira manter distância da concorrência, pois acredita que quanto menos souberem sobre o negócio melhor. Contudo, será essa a melhor estratégia para ter sucesso? Pequenas e médias empresas estão notando que manter-se a par do que o outro faz ou até atuar em parceria, pode alavancar as duas organizações”, revela Bruna. A análise explica o motivo para coworkings de nichos específicos estarem um apelo receptivo ao redor do país.

Quer saber quais são as vantagens de conviver com profissionais do mesmo setor? Então, confira as explicações abaixo da especialista.

Networking

Na pesquisa realizada pelo Censo Coworking Brasil é possível notar que 82% dos coworkers acreditam que o ambiente oferece ótimas oportunidades de networking. Neste formato de trabalho, além das conexões feitas entre si, também existe a oportunidade de entrar em contato com os conhecidos do outro integrante. “Independente da área de atuação, ter uma rede de contatos ampla é fundamental para o andamento dos negócios. Outro ponto positivo é o aumento de chances para happy hour ou café de negócios”, pondera.

Crescimento

Ainda segundo o Censo, 76% dos adeptos de coworking acreditam que local é o ideal para o crescimento da empresa. “No dia a dia, os clientes presenciam o tempo todo as experiências de outros clientes da mesma área e com a convivência e o networking feito entre eles, é bastante viável aprender com os erros e acertos para evoluir em sua performance”, diz.

Parcerias

Em um segmento pode haver diversas frentes de atuação, por isso nem sempre profissionais de um mesmo setor oferecem exatamente os mesmos serviços. “Não é certo que a concorrente que divide o espaço desempenha uma atividade igual a você no mercado. Ou seja, fique atento as parcerias. Quem sabe um não consegue agregar valor ao trabalho do outro?”, pontua.

Compartilhamento

O compartilhamento faz parte da essência do coworking, seja em relação aos serviços disponibilizados ou ao espaço em si. Para usufruir ainda dos benefícios, empresas têm se interessado também por estratégias que tragam oportunidades para ambas as partes envolvidas, como compartilhar fornecedores, por exemplo. “Nem sempre uma pequena empresa precisa de muito para funcionar, e, com essa estratégia, é possível conseguir descontos ou um upgrade nos serviços com conhecidos em comum”, finaliza.

Comentários

comentários

TOP
Web Analytics