Carreira

6 passos para manter a mente criativa no dia-a-dia

No contexto atual, com toda a informação via computador, smartphones e outros dispositivos, a sobrecarga de dados pode prejudicar as atividades cerebrais. É o que aponta uma pesquisa realizada pela empresa de segurança cibernética, Kaspersky Lab. Segundo o estudo, as pessoas passaram a sofrer da chamada “amnésia digital”, que é quando uma informação é esquecida pela mente humana assim que é armazenada em algum meio digital, pois acredita-se que fará as vezes de memória, caso seja necessário.

O mundo corporativo também tem sido impactado pela alta conectividade, alguns processos tidos como naturais começam a ficar prejudicados, como é o caso da criatividade. O volume de informações pode se tornar uma barreira para o surgimento de novas ideias e a dúvida passa a ser: como encontrar novas ideias em meio a um turbilhão de informações? Para o consultor e especialista em novos modelos de aprendizagem, Tiago Petreca, “quanto mais excessivo tudo fica, mais essenciais temos que ser. Enquanto o mundo se expande, principalmente devido nossa hiperconectividade, precisamos fazer um movimento de contração, no sentido de enxugar, de escolher, de selecionar dados realmente relevantes”, explica. Ele listou seis passos para encontrar a criatividade diante do excesso de informações.

Passo 01: Tenha claro o porque ser mais criativo. Isso é muito importante pois é muito comum querermos fórmulas prontas para resolver nossos problemas, do que de fato pensar sobre eles. Queremos sair fazendo e resolvendo sem nos darmos a oportunidade de entender o que está, de fato acontecendo.

Passo 02: Identifique aquilo que você chama de problema, seja uma tarefa que você ainda não conseguiu resolver, seja um situação em seu departamento ou até na sua casa que você ainda não viu saída, seja a necessidade de criar um novo produto ou uma nova ideia.

Passo 03: Faça estas perguntas para você. “Por que chamo isso de problema?”, “O que eu ganho se eu resolver este problema”, “O que eu ganho se eu não resolver este problema”? Acredite, você pode ganhar alguma coisa, mesmo quando um problema não é resolvido. Pense sobre isso.

Passo 04: Depois de entender plenamente o problema, busque criar perguntas para tentar resolver. Esta etapa pode ser muito divertida. Pode fazer qualquer pergunta inclusive opostas. Tente fazer muitas perguntas, mas não tente responder ainda.

Passo 05: Deixe sua mente vagar um pouco. Busque fazer algo bem diferente e que você faz bem, sem esforço, pode ser ler um livro, desenhar, assistir alguma coisa divertida, correr, enfim, deixe sua mente “livre”.

Passo 06: Caso ainda nenhuma ideia lhe tenha ocorrido, volte para responder aquelas perguntas que você criou na etapa 04.

Por fim, comece a treinar, agora mesmo sua capacidade de notar a vida. Tente perceber o que você não percebe na loucura do dia a dia. Ao chegar em casa, tente notar pelo menos cinco detalhes na sua casa, no seu cônjuge, no seus filhos. Comece a treinar e dizer a sua mente que seu olhar está mais amplo, está mais receptivo e aos poucos você irá notar tantas coisas diferentes que soluções aparecerão mesmo sem usar os passos sugeridos.

Comentários

comentários

Desde 1998 p&n é uma plataforma de conteúdos referência em Gestão de Pessoas e mundo do trabalho. Tanto nas versões web e impressa, com sua linha editorial independente, é focada na melhor entrega de informações e serviços para os profissionais de RH.

curte com a gente!

© 2017 Revista Profissional & Negócios. By Rockbuzz | Estratégia Digital

TOP
Web Analytics