Atração

Arcos Dorados lança projeto de incentivo ao emprego juvenil

Dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) mostram que, no mundo, 21 milhões de jovens estão desempregados e que, desse total, 3 milhões estão na América Latina. Entre os que trabalham, somente 22% possuem emprego formal. Ainda, na região, a taxa de desemprego entre os jovens é três vezes maior que entre os adultos. E esse quadro é agravado pela evasão escolar. A entidade aponta que 50% desses jovens não completam os estudos, a maioria mulheres, por gravidez precoce.

Para interromper esse circulo vicioso, a Arcos Dorados, franquia que administra a marca McDonald’s em 20 países da América Latina, está engajando funcionários e fornecedores em um projeto que visa promover a mobilidade social, desenvolvendo capacidades e oportunidade de emprego para os jovens na região.

A empresa, reconhecidamente uma das maiores geradoras do primeiro emprego aos jovens, além de oportunidade de crescimento profissional – fato atestado por instituições independentes de auditoria de engajamento e clima organizacional –, inclui anualmente 75 mil jovens no mercado de trabalho formal. “Diante desses números e do nosso potencial de acolher e formar, resolvemos estruturar uma plataforma voltada para o emprego juvenil e para as questões próprias desse grupo”, explica Lyana Latorre, diretora da Arcos Dorados responsável pelos projetos de responsabilidade social, sustentabilidade e apoio à comunidade.

De acordo com a executiva, mais do que gerar uma vaga de trabalho para esses jovens, o projeto é ser sustentável e visa apoiar os jovens, dando a eles ferramentas importantes para seu plano de carreira plano de carreira. Isso envolve identificação de talentos e treinamento, fortalecimento de competências por meio de cursos e desenvolvimento de carreira dentro da companhia. “Para isso, estamos mobilizando nossa própria força interna, que são os funcionários. Eles serão grande parte desse processo, pois estarão com esses jovens no dia a dia, incentivando, orientando e fazendo-os crescer”, afirma Lyana.

Na outra ponta, a empresa vai convidar seus fornecedores a fazerem parte dessa cadeia. “A partir do ano que vem, quando já tivermos nossa plataforma rodando e com resultados, vamos engajar nossos parceiros comerciais. Eles terão à sua disposição toda nossa expertise, para que adequem e implementem seus projetos voltados para o emprego juvenil”, diz a executiva, que completa: “Certa vez, nosso fundador, Ray Kroc, disse que devemos retribuir às comunidades onde operamos. Estamos apenas honrando esse lema”, encerra Lyana.

O jovem trabalhador na América Latina

  • No mundo, 21 milhões de jovens estão desempregados; 3 milhões estão na América Latina
  • Somente 22% dos jovens latino americanos que trabalham possuem emprego formal
  • Na região, a taxa de desemprego entre os jovens é três vezes maior que entre os adultos
  • Mais de 50% desses jovens não completam os estudos, a maioria mulheres, por gravidez precoce
  • 70% dos jovens consideram que ter acesso a uma educação profissionalizante está fora de suas possibilidades financeiras

Comentários

comentários

Desde 1998 p&n é uma plataforma de conteúdos referência em Gestão de Pessoas e mundo do trabalho. Tanto nas versões web e impressa, com sua linha editorial independente, é focada na melhor entrega de informações e serviços para os profissionais de RH.

curte com a gente!

© 2017 Revista Profissional & Negócios. By Rockbuzz | Estratégia Digital

TOP
Web Analytics