Atração

Contratações de fim de ano exigem alguns cuidados. Efetivação não chega a 20%

A Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que sejam contratadas 73 mil pessoas para o período das festas. São geralmente funcionários temporários que foram chamados para ajudar as empresas varejistas a darem conta do crescente número de consumidores. No entanto, toda a logística e processos para a contratação desses temporários pode gerar uma grande dor de cabeça para as empresas e atolar a área de Recursos Humanos.

“Houve aumento de 50% na geração de leads provenientes de empresas de varejo em relação ao primeiro semestre deste ano”, comenta Mariana Dias, CEO da Gupy. “Como esse tipo de empresa costuma aumentar muito as vendas de final de ano, realizam uma série de contratações nessa época. Aliado a isso, é um setor que normalmente não possui uma área de RH estruturada”.

Automatizar e digitalizar alguns processos de recrutamento pode ser a saída para que uma empresa consiga dar conta da demanda, neste período.

É importante lembrar que dos funcionários contratados para vagas temporárias no final do ano, apenas 17% conseguem ser efetivados. A utilização de plataformas de recrutamento também ajuda a impulsionar esse número, já que, com a utilização de tecnologias inovadoras, como Inteligência Artificial e People Analytics, a contratação é mais assertiva e alinhada às expectativas e skills dos candidatos, diminuindo o turnover e possibilitando que temporários sejam efetivados.

Comentários

comentários

Desde 1998 p&n é uma plataforma de conteúdos referência em Gestão de Pessoas e mundo do trabalho. Tanto nas versões web e impressa, com sua linha editorial independente, é focada na melhor entrega de informações e serviços para os profissionais de RH.

curte com a gente!

© 2017 Revista Profissional & Negócios. By Rockbuzz | Estratégia Digital

TOP
Web Analytics