Carreira

Descubra se você tem perfil para trabalhar em uma startup

Há muitos mitos sobre as características necessárias para se trabalhar em uma startup. Nairana Leal, gestora de recrutamento e seleção da Quero Educação, startup brasileira de tecnologia, especializada em marketing educacional, explica que é difícil definir um único perfil, mas que há atitudes que podem se adequar mais a esse segmento. Responda as perguntas abaixo e veja se você se adaptaria bem em uma startup.

1. Você é adepto da disciplina consciente?

Em um ambiente de trabalho em que você organiza a sua própria agenda, tanto faz passar duas horas no video-game ou batendo-papo. Saber balancear trabalho e diversão é fundamental. Em startups, muitas vezes, o colaborador é o próprio chefe. Você conseguiria cumprir seus objetivos diários, mensais com tanta liberdade e “distrações” ao seu alcance?

2. Você é ambicioso?

Segundo Nairana, alguns profissionais têm receio de expor sua ambição em entrevistas de emprego. Atitude que pode até fazer sentido. Dependendo do perfil das lideranças, declarar abertamente ser ambicioso pode ser um problema. O novo chefe pode se sentir ameaçado e optar por outro candidato. Em startups, no entanto, ser ambicioso é quase um pré-requisito. “É um comportamento esperado, já que normalmente é essa ambição que motiva grandes mudanças, o surgimento de novos projetos etc.”, afirma a recrutadora.

3. Você tem pensamento de empreendedor?

Quem tem perfil empreendedor, normalmente, não teme desafios e fracassos. É comum também que colaboradores de startups queiram abrir seu próprio negócio ou serem sócios da empresa onde trabalham. Por esse motivo, a dedicação e interesse desses profissionais ultrapassam os limites da sua área e se estendam à companhia. Estão sempre dispostos a colaborar e aprender habilidades úteis para a sua formação profissional. É o chamado “dor de dono” ou “amor de empreendedor”.

4. Você é curioso?

O ambiente de trabalho é muito dinâmico. Gostar muito de aprender, inclusive habilidades de outras áreas, e ser um estudioso é parte do “job description”. Quem gosta de rotina pode ter dificuldade para se adaptar em uma startup.

5. Você se sente confortável com uma hierarquia horizontal?

Embora o modelo de gestão horizontal já faça parte das empresas tradicionais, nas startups é o modus operandi. Na gestão horizontal, a participação de todos os funcionários e os feedbacks são sempre incentivados como a equidade. Se perguntas sobre as suas decisões como chefe ou líder incomodam, é melhor pensar se a startup é um bom modelo para você.

Comentários

comentários

Desde 1998 p&n é uma plataforma de conteúdos referência em Gestão de Pessoas e mundo do trabalho. Tanto nas versões web e impressa, com sua linha editorial independente, é focada na melhor entrega de informações e serviços para os profissionais de RH.

curte com a gente!

© 2017 Revista Profissional & Negócios. By Rockbuzz | Estratégia Digital

TOP
Web Analytics