Engajamento

Janeiro Branco: campanha promove a saúde mental dentro das empresas

Depressão, ansiedade, estresse e vício em trabalho são algumas das doenças mais comuns que acometem milhares de profissionais pelo mundo, segundo levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS), e que afetam a qualidade e a produtividade dentro das empresas. A saúde mental hoje já é vista como o principal fator de risco nas empresas com a perspectiva de acentuar-se ainda mais nos próximos anos.

Depois do sucesso de iniciativas como Outubro Rosa e Novembro Azul, psicólogos e profissionais de outras áreas da saúde se unem na criação de uma campanha para chamar a atenção da população para a importância de cuidar da saúde mental. Trata-se da Campanha Janeiro Branco, idealizada pelo psicólogo mineiro Leonardo Abrahão em Uberlândia (MG), que pretende mobilizar sociedade em favor da Saúde Mental com ações que serão realizadas em várias cidades do país ao longo do mês de Janeiro.

Além de palestras-relâmpago, profissionais da Saúde estão organizando distribuição de balões e fitas brancas em praças das cidades, tira-dúvidas virtual e presencial sobre Saúde Mental e a importância da Psicoeducação, entrega de panfletos explicativos sobre Saúde Emocional em escolas, em empresas e a proposição de projetos de lei às autoridades locais, regionais e nacionais para que o mês de Janeiro seja legalmente reconhecido como o Mês do Janeiro Branco e da Conscientização sobre Saúde Mental nos calendários oficiais dos municípios e estados brasileiros.

“Através da Campanha Janeiro Branco pretendemos estimular a criação de uma ‘cultura da saúde mental’ no mundo e, ao mesmo tempo, difundir um conceito ampliado de Saúde Mental/Saúde Emocional como um estado de equilíbrio – individual e coletivo – sem o qual não é possível viver satisfatoriamente em sociedade. Escolhemos o mês de janeiro para mobilização pelo fato de que, por força cultural da simbologia atribuída à virada de ano, as pessoas estão predispostas a pensar sobre as suas vidas em diversos aspectos e, a cor branca, porque, também simbolicamente, queremos mostrar às pessoas que, como em uma folha em branco, qualquer um pode escrever e reescrever a sua própria história, desenhando e redesenhando novas possibilidades perante a vida”, pontua Abrahão.

Comentários

comentários

TOP
Web Analytics