Carreira

Número de empresas criadas no primeiro trimestre de 2017 é recorde, diz Serasa Experian

No primeiro trimestre do ano foram criadas no Brasil 581.242 novas empresas, o maior número para o período desde 2010, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas. Trata-se de uma quantidade 12,6% superior ao registrado no mesmo período de 2016, quando ocorreram 516.201 nascimentos.

Em março, o número de empresas criadas também foi recorde em relação a todos os meses de março desde o começo da série histórica em 2010: 210.724, quantidade 19,5% superior ao mês anterior (fevereiro/2017), quando surgiram 176.319 novos negócios e 14,2% maior que o registrado em março/2016 (184.560).

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o recorde apresentado no surgimento de novas empresas no país continua sendo determinado pelo chamado “empreendedorismo de necessidade”. Desta forma, com as taxas de desemprego muito elevadas, indivíduos desempregados acabam abrindo negócios como forma de geração de renda, sobretudo no setor de serviços.

Nascimentos de Empresas por natureza jurídica

O número de novos Microempreendedores Individuais (MEIs) nascidos em março/2017 foi de 162.694 contra 148.673 em março/2016, alta de 9,4%. As Sociedades Limitadas registraram a criação de 17.516 unidades, representando elevação de 20,9% em relação ao mês correspondente do ano anterior, quando 14.492 empresas desta natureza surgiram. A criação de Empresas Individuais cresceu 38,0%, com um total de 17.730 novos negócios em 2016; no mesmo mês do ano anterior, o número havia sido de 12.851. O nascimento de novas empresas de outras naturezas teve alta de 49,6%, com 12.784 nascimentos em março de 2017, contra 8.544 em março/2016.

Março de 2017 registrou a primeira interrupção no crescimento constante dos MEIs entre as empresas criadas desde o início da série histórica do indicador. Em março de 2016, a participação dos MEIs entre as empresas criadas foi de 80,6% e, em março de 2017 a participação caiu para 77,2%. Acompanhe a evolução:

Nascimentos de Empresas por Setor

O setor de serviços continua sendo o mais procurado por quem quer empreender: em março de 2017, 135.681 novas empresas surgiram neste segmento, o equivalente a 64,4% do total. Em seguida, 57.908 empresas comerciais (27,5% do total) e, no setor industrial, foram abertas 16.625 empresas (7,9% do total) neste mesmo período.

Observa-se nos últimos sete anos um crescimento constante na participação das empresas de serviços no total de empresas que nascem no país, passando de 53,6% (março de 2010) para 64,4% (março de 2017).

Por outro lado, a participação do setor comercial de empresas que surgem no país tem recuado (de 35,2%, em março/2010, para 27,5% no mesmo período de 2017). Já a participação das novas empresas industriais se mantém estável.

Comentários

comentários

Desde 1998 p&n é uma plataforma de conteúdos referência em Gestão de Pessoas e mundo do trabalho. Tanto nas versões web e impressa, com sua linha editorial independente, é focada na melhor entrega de informações e serviços para os profissionais de RH.

curte com a gente!

© 2017 Revista Profissional & Negócios. By Rockbuzz | Estratégia Digital

TOP
Web Analytics