Atração

O valor da diversidade de gênero nos conselhos

Você já parou para pensar quantas mulheres fazem parte do conselho administrativo da empresa onde você trabalha? A presença feminina em altos cargos dentro das corporações é um tema que vem ganhando cada vez mais força e elas já são responsáveis pela melhora das finanças e performance das companhias.

De acordo com informações divulgadas no último relatório da ONG americana Catalyst, as corporações listadas no Fortune 500 com a maior representação de mulheres no conselho obtiveram maior desempenho financeiro do que aquelas com menor participação feminina. Além disso, o material afirma que empresas que com três ou mais mulheres no conselho possuem performance notavelmente superior.

O estudo observou três medidas financeiras cruciais: retorno em equidade, retorno em vendas e o retorno do capital investido. Por fim, comparou a performance das empresas com o maior índice de mulheres no conselho com as com menor índice. Ou seja, há uma correlação forte entre a performance financeira e a diversidade de gênero.

A diversidade de pensamentos e experiências traz melhores resultados e corporações inteligentes sabem que a presença das mulheres no conselho pode trazer mais inovação.

O relatório encontrou maior desempenho financeiro para empresas com maior representação de mulheres no conselho nessas três áreas:

Retorno em Equidade: em média, empresas com a maior porcentagem de mulheres no conselho tiveram performance melhor em 53%;

Retorno em Vendas: em média, esse retorno foi maior em 42% nas empresas com maior índice de mulheres no conselho;

Retorno no Capital Investido: em média, esse retorno foi maior em 66% nas empresas com maior índice de mulheres no conselho.

E o seu ambiente corporativo, tem diversidade no conselho?

Por Cris Kerr, palestrante, CEO da CKZ Diversidade e idealizadora do Fórum Mulheres em Destaque e do Fórum Gestão da Diversidade e Inclusão.

Comentários

comentários

TOP
Web Analytics