Desenvolvimento

Security investe em universidade corporativa com Ensino a Distância

A Security Segurança e Serviços está apostando suas fichas na Universidade Security, com videoaulas e conteúdos próprios produzidos na sede da empresa. O investimento previsto para o projeto é de R$ 500 mil, incluindo o estúdio próprio.

“Tem empresas do segmento que também oferecem cursos EAD aos colaboradores, mas são treinamentos comportamentais e não operacionais, que eles compram prontos de terceiros e que, normalmente, são conteúdos produzidos no exterior que não condizem com a realidade da segurança do Brasil”, comenta a diretora de RH da Security, Renata De Luca.

A iniciativa de implantar a universidade corporativa veio através da pesquisa de satisfação que os colaboradores da Security realizam anualmente, nela cerca de 80% dos vigilantes disseram que sentem falta de treinamentos e especializações e que gostariam de fazê-los em formato de videoaula pelo celular. Como o curso de reciclagem para vigilantes deve ser realizado a cada dois anos, além de ser um período relativamente longo, não dá tempo de abordar questões mais cotidianas.

Por mais que a necessidade de treinamentos tenha partido dos próprios colaboradores, engajar a equipe em treinamentos que devem ser feitos fora do horário de trabalho é sempre mais complicado. Para estimular a participação e a competitividade saudável entre eles, ao final de cada módulo terá um quiz com perguntas referentes ao conteúdo assistido, cada acerto vai acumular pontos e formar um ranking geral com os melhores pontuados. Esses pontos serão revertidos em Moedas Security, que vira crédito para compras em lojas parceiras no estilo programa de milhas das companhias aéreas.

Como a Security conta com clientes de diversos segmentos, desde órgãos públicos, bancos, supermercados e edifícios comerciais e residenciais, os riscos são diferentes uns dos outros. Assim cada segmento que o vigilante atua contará com um conteúdo voltado a ele, para ser bem focado. “A Universidade Security vai iniciar com treinamentos voltados aos vigilantes, que representam cerca de 75% do nosso quadro de funcionários, mas nosso objetivo é estender para todas nossas áreas”, finaliza Renata.

Comentários

comentários

Comente aqui!

Qual sua opinião?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desde 1998 p&n é uma plataforma de conteúdos referência em Gestão de Pessoas e mundo do trabalho. Tanto nas versões web e impressa, com sua linha editorial independente, é focada na melhor entrega de informações e serviços para os profissionais de RH.

curte com a gente!

© 2017 Revista Profissional & Negócios. By Rockbuzz | Estratégia Digital

TOP
Web Analytics