Carreira

Trabalho autônomo, liberal ou remoto. Você sabe as diferenças?

Trabalhar por conta, fazer o próprio horário e ser o seu chefe – Esta é a realidade de muitas pessoas que não tem qualquer vínculo empregatício. Segundo uma pesquisa realizada em 2017 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem 11.115 milhões de pessoas que estão no mercado de trabalho sem carteira assinada enquanto que 23.198 milhões atuam por conta própria, o que representa um total de 34,31 milhões de trabalhadores nessas modalidades.

Um dos motivos para este grande número de adeptos é a oportunidade de vencer a crise econômica e encontrar novas possibilidades de garantir um rendimento financeiro no final do mês. Além disso, existem pessoas que adotam esse tipo de trabalho pensando no ganho de qualidade de vida.

Ser um trabalhador autônomo, liberal ou remoto realmente tem as suas vantagens e desvantagens, mas é preciso saber as características de cada modalidade para identificar se você se encaixa no perfil de trabalho. Então, vamos conferir os estilos abaixo?

Profissional autônomo

O profissional autônomo é aquela pessoa que trabalha por conta própria com uma formação ou não. Eles têm uma independência maior e conseguem executar diversos tipos de tarefas. Alguns exemplos são padeiros e pedreiros.

Profissional liberal

Por sua vez, o profissional liberal é a pessoa que conta com formação universitária ou técnica e tem liberdade para executar a sua atividade de maneira independente com a opção de ser empregado ou trabalhar por conta própria. Podemos colocar como exemplos médicos, advogados, arquitetos e dentistas.

Trabalho Remoto

Como o nome diz, trabalho remoto é qualquer atividade que pode ser realizada à distância sendo facilitada pelo uso de tecnologia e de comunicação. Por essa razão, também é chamado de teletrabalho. Neste contexto, existem diferentes concepções deste termo e outros similares como, por exemplo, o home office. É um formato que tem recebido cada vez mais adeptos e que está sendo adotado por diversas empresas.

É importante ressaltar que ao optar pelo home office é necessário ter um ambiente dentro de sua casa totalmente dedicado para as atividades. Esta iniciativa traz mais concentração e foco na tarefa que está sendo executada. Outro ponto que precisa de atenção é carga horária, pois muitas companhias estendem as atividades além dos horários tradicionais.

Já quando se trata do profissional autônomo ou liberal é possível ganhar mais dinheiro do que quem é contratado por empresas no formato tradicional. O caminho pode ser bastante recompensador, porém também é preciso tomar alguns cuidados como ter disciplina com horário, foco e organização para que se consiga entregar o trabalho com qualidade e dentro do prazo. O trabalhador também deve se programar para os meses com menos oportunidades, e, sempre manter uma reserva de recursos para os casos de imprevisto ou de acidente de trabalho. Essas são algumas formas de se evitar dificuldades financeiras.

Por fim, com as características de cada tipo de trabalho apontado, escolher a que melhor se encaixa será mais fácil para começar a trilhar o seu próprio sucesso.

Por Sebastián Siseles, diretor internacional do Freelancer.com.

Comentários

comentários

TOP
Web Analytics