Estratégia

Transformação Digital: Sua empresa está no caminho certo?

Quando questionadas sobre a jornada da transformação digital, praticamente todas as empresas afirmam ter iniciativas neste sentido, mas será que estão realmente no caminho certo? Ou estão apenas fazendo pequenas melhorias usando inovações tecnológicas? Afinal, como saber se a companhia está na trilha para a verdadeira mudança?

Para que o processo seja real e efetivo, é necessário que seja transformador. A “transformação digital” está mudando profundamente a sociedade onde vivemos e os mercados onde as companhias atuam com uma rapidez nunca vista antes na história. Portanto, o ambiente corporativo deve modificar-se nesta mesma velocidade, transformando os processos produtivos, modificando os serviços existentes e criando novos ecossistemas tendo como ponto central de sua estratégia a experiência do cliente, tornando-se uma marca verdadeiramente digital. Trilhar o percurso da transformação digital, ou seja, passar a ter modelos de negócios digitais significa, necessariamente, passar por uma mudança radical dos processos organizacionais.

Para que a transformação seja uma a realidade, é fundamental que aconteça uma mudança de mindset cultural em toda a organização. É preciso repensar as ações dentro da estrutura e também revolucionar o seu próprio mercado. É necessário o despertar da criatividade e a inovação.

As abordagens derivadas do mundo do software estão se espalhando cada vez mais e parecem necessárias dentro dos novos modelos organizacionais para incentivar o trabalho em equipe e colaborativo entre os diferentes profissionais e habilidades de nossas empresas. Em contrapartida faz-se fundamental adotar equipes e organizações separadas dentro da mesma companhia durante a jornada da transformação digital.

A existência de times distintos trabalhando de forma bimodal é imprescindível neste cenário, de forma que uma frente tenha foco no planejamento e execução das etapas definidas no plano de transformação – no amanhã – e a outra esteja focada na execução e manutenção dos processos e sistemas atuais – no hoje.

Um ponto crucial neste momento é o estabelecimento de parcerias estratégicas com companhias que detenham conhecimento das tecnologias necessárias alinhadas às necessidades do negócio. O apoio de um parceiro na condução do mapeamento e identificação do nível de maturidade destas empresas em relação às tecnologias disponíveis e quais são mais adequadas aos objetivos da organização, é um dos pilares de garantia da sustentação do roadmap das ações de transformação. Além disso, o auxílio à identificação e priorização dos temas a serem abordados em planos de ação na jornada, de modo a garantir a convergência aos objetivos estratégicos da organização, é determinante.

Por sua vez, a área da Tecnologia de Informação e Automação tem um papel fundamental e pode ser o grande facilitador desta operação. Este é o time que conduzirá as estratégias para aplicação e utilização das ferramentas necessárias para o cumprimento dos objetivos de negócio. Soluções como inteligência artificial, paperless, chatbot, APIs, machine learning, cloud, big data, analitycs, predictive & prescritive maintenance, real-time, OEE, Iot, CRM, customer experience, entre outras, não se traduzem em ações de transformação digital caso não sejam alinhadas as metas estratégicas do negócio. Por este motivo, existe a importância de ter um parceiro que entenda dos recursos tecnológicos e conheça o ramo de atuação do cliente.

Outro ponto importante é que nas indústrias automobilísticas a transformação digital deve atuar em duas frentes: dentro da fábrica, com foco na excelência operacional do processo produtivo e fora dela com ações 100% focadas na experiência do cliente.

Dentro da fábrica, soluções integradas que possibilitem avaliação de indicadores em tempo real, integração da cadeia de fornecedores às montadoras, descentralização dos processos decisórios, sistemas modulares, digitalização, manufatura ágil, entre outras, são exemplos das atividades necessárias que devem ser tomadas internamente sempre orientadas aos objetivos de negócio para construção da transformação digital.

Ao mesmo tempo, do lado de fora, os objetivos, processos e soluções devem ser totalmente orientados à experiência do cliente porque o veículo não é mais somente um bem de consumo e sim um provedor de serviços e satisfação aos usuários.

E para que esta integração entre o cliente e a manufatura ocorra de forma eficaz, inteligente e na velocidade necessária, processos digitais são essenciais.

Muitos acreditam que já estão dentro dessa jornada, mas infelizmente estão apenas aperfeiçoando alguns processos de maneira não digital e não verdadeiramente investindo na transformação com um plano, objetivos e caminhos bem definidos. E então? Sua empresa, está no caminho certo para esta mudança?

Por Freddy Pelucio, executivo de negócios do Grupo Engineerin – multinacional italiana líder em Transformação Digital

Comentários

comentários

TOP
Web Analytics