Atração

Voluntariado Corporativo: como as empresas podem contribuir para o engajamento social de seus colaboradores

Recentemente foi divulgado o Índice Mundial de Solidariedade (World Giving Index), que apresentou o Brasil na posição 75 entre os países mais generosos do mundo, sete posições a menos em relação à pesquisa do ano passado. Entre os dados apresentados pela pesquisa chama a atenção o fato de que apenas 20% da população realiza trabalho voluntário. Por outro lado, o voluntariado corporativo tem ganhado força no Brasil. Trata-se de programas desenvolvidos por empresas que incentivam o envolvimento de seus colaboradores em causas sociais. Uma das ONGs que têm recebido diversos grupos com este perfil é a Habitat para a Humanidade Brasil, organização não governamental e sem fins lucrativos, que trabalha pela promoção da moradia digna para famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Nos projetos de melhorias habitacionais da organização, os grupos empresariais participam de ações para construção ou reforma de casas precárias que beneficiam principalmente famílias chefiadas por mulheres, com crianças, adolescentes, idosos ou pessoas com deficiência. Durante a ação que também conta com profissionais do setor da construção, os voluntários auxiliam na obra, desenvolvendo funções que requerem as mais diversas habilidades.

“Estamos falando de um trabalho pesado, mas que necessita, principalmente, de vontade de ajudar. As pessoas saem transformadas deste tipo de ação. É um dia inteiro de entrega”, afirma Mario Vieira, diretor executivo do Escritório de Inovações Urbanas da Habitat Brasil.

Em São Paulo, a comunidade de Heliópolis é a região beneficiada. No próximo sábado (28/10) haverá um mutirão com 25 colaboradores da Whirpool que beneficiarão três famílias. Nós próximos meses outras empresas como a Benefit farão o mesmo. Neste caso, cinco mulheres chefes de família serão as beneficiadas.

Benefícios do voluntariado corporativo

Cada vez mais as empresas têm alinhado suas marcas a causas sociais com o objetivo de entender as necessidades dos diversos grupos da sociedade, além de promover um impacto social positivo. A participação dos colaboradores em iniciativas voluntárias promove a melhoria no desenvolvimento profissional e pessoal, uma vez que após participar destas iniciativas, os colaboradores entenderão melhor uma realidade que, possivelmente, está distante da sua, e poderão levar isso para seu dia-a-dia.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Bank of America Merrill Lynch (BofA), ações de voluntariado ajudam no desenvolvimento de novas competências, além de aumentar 16% do nível de engajamento dos funcionários no trabalho em comparação àqueles que não praticam o voluntariado. A pesquisa ainda destacou que dois terços dos brasileiros que nunca praticaram o voluntariado gostariam de o fazer.

“O brasileiro ainda é um povo solidário, apenas precisa de estímulo. Em alguns casos, o trabalho voluntário vem da própria habilidade daquele profissional. Na área de construção, por exemplo, um arquiteto ou engenheiro podem auxiliar na obra. Trabalhar em uma empresa que incentiva o voluntariado faz com que as pessoas sintam o propósito por trás do que fazem. E quem está de fora, pode enxergar naquela empresa o local onde quer trabalhar no futuro”, afirma Carla da Nóbrega, diretora de Mobilização de Recursos e Comunicação do Escritório de Inovações Urbanas da Habitat para a Humanidade Brasil.

Comentários

comentários

Desde 1998 p&n é uma plataforma de conteúdos referência em Gestão de Pessoas e mundo do trabalho. Tanto nas versões web e impressa, com sua linha editorial independente, é focada na melhor entrega de informações e serviços para os profissionais de RH.

curte com a gente!

© 2017 Revista Profissional & Negócios. By Rockbuzz | Estratégia Digital

TOP
Web Analytics